Odisséia

Tinha uma minhoca chamada Catarina.

Um dia ela saiu de casa pra passear.

Catarina queria ver o mundo.

E viver grandes aventuras.

Depois de um tempo na caminhada ela se viu numa terra árida.

Começou a se espremer e virar e tremer.

Tentando escapar da morte.

Nada.

Quando suas forças estavam quase acabando uma força mágica a salvou.

Ela estava feliz. Se sentindo abençoada.

Um contato com um ser divino.

Aí de repente Catarina sentiu uma dor.

Como se seu corpo fosse dilacerado.

Depois sentiu frio.

Estava imerso em outro ambiente hostil.

Em um fluído que dava prazer e medo.

Então viu o demônio.

E o demônio a devorou.

Conto feito por Paulo Carvalho.

Anúncios

3 Respostas to “Odisséia”

  1. Naná Says:

    navegar é preciso né?

    o fluído do teu(meu)conto me deixaram feliz no frio

    beija-flor

  2. Claudia Ka Says:

    Estes dias eu vi uma minhoca no cimento e colouei ela na terra de novo…. :/

  3. PEDRO APULLO Says:

    INUSISTADO. GOSTEI. LEMBRA KAFKA.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: