Archive for dezembro \21\UTC 2010

Aula de direção cinematográfica

21/12/2010

Hoje quero apenas compartilhar com vocês este vídeo muito bom sobre direção cinematográfica com Emiliano Ribeiro diretor do filme “As Meninas” e “Condenado a Liberdade” e produtor executivo do filme “Gatão de meia idade”

[videolog 491145]

Tutorial: Criação de Bonecos – Parte 2

13/12/2010

Dando sequência ao nosso tutorial de forma totalmente ilógica vou dar umas dicas de acabamento.

Da mesma forma que existem muitas técnicas para fazer o boneco, Escultura em madeira, isopor, modelado em argila, etc, também temos muitas formas de acabamento, tais como fibragem, massa corrida, etc.

A primeira coisa a se pensar é onde se usaremos este boneco? no palco? em área externa? ele fica exposto ao tempo?

Com essas questões podemos determinar duas coisas: qual será a resistência do boneco e qual o nível de detalhe exigido.

O primeiro passo para o acabamento de um boneco é o empapelamento dependendo de qual foi o seu material você deve fazer mais ou menos camadas de acordo com a seguinte regra.

Modelado em argila: mínimo de 7 camadas, afinal iremos retirar toda a argila e ficar só com o papel e cola.

Esculpido em isopor: de 1 a 3 camadas dependendo de quanto precisará ser resistente.

Esculpido em madeira: Nenhuma este tipo de boneco tem outro tipo de tratamento, que tem a ver com preparar a superfície, pintar e envernizar, não trataremos deste tipo de boneco aqui.

Espuma: também nenhuma

Para empapelar recomendo que usem papel craft que é um papel bem grosso e dará uma ótima resistência, o processo constitui de molhar o boneco de cola colocar o papel, passar cola por cima, deixar secar e fazer outra camada.

Alguns pontos importantes: não corte o papel com a tesoura rasgue ele em tiras, pois assim um pedaço se cola melhor ao outro;

antes de rasgar amasse bem todo o papel para quebrar as fibras do mesmo;

a cola pode ser diluída em água, o importante é ela ter uma liga boa e não ser muito grossa você testa a liga com os dedos polegar e indicador;

cuidado para não deixar a região muito molhada pois isto enruga o papel e se ficar muito enrugado o acabamento fica horrível, um enrugamento leve chega a desaparecer depois que a cola seca, mas seja atento a isso, evite as rugas;

você pode usar pincel ou a mão pra empapelar eu acho mais fácil com um pincel chato grosso, passo ele na superfície, colo o papel e passo sobre o papel.

Depois de empapelado você pode passar uma lixa fina sobre todo o boneco antes de seguir pra próxima parte, mas em geral isto é desnecessário, ainda mais se você for fibrar a peça.

Uma dica bacana pra quem precisa de uma peça forte e não tem interesse ou paciência pra fibra de vidro é combinar camadas de papel com tecido alternando entre ela e deixando a primeira e a ultima camada em papel, pode usar gaze ou tecido de fralda que fica bom.

Agora temos três opções trabalhar com massa corrida, fibra ou látex.

Massa corrida

É a solução mais simples e barata, você cobre a peça com uma camada fina de massa, deixa secar e depois lixa, primeiro com uma lixa mais grossa e depois uma fina pra pequenos detalhes, pode usar uma lixa entre 80 e 100 pra parte grossa e uma 250 pra detalhes.

Fibra

O mais caro e trabalhoso dos processos, você precisa de resina, manta de fibra e talco indústrial, isto só pra parte essencial, você deve colocar a manta sobre a superfície e com uma broxa ir “carimbando” a peça, já ví pessoas fazerem primeiro uma camada só com resina e depois sim vir com a fibra, mas não sei ao certo qual o melhor opção já que não sou especialista em fibra e só ví o processo sem tê-lo feito diretamente, depois da fibra “carimbada” deixe secar e venha com uma camada de resida misturada com talco industrial, deixe secar e lixe, dependendo você pode mandar a peça direto pra pintura, você já deve ter visto em lojas ou shopping alguns bonecos em que se vê a textura da fibra estes são os que vão direto pra pintura. Outra opção é seguir o trabalho do funileiro e passar primeiro massa plástica lixar e depois massa rápida pra um acabamento mais fino e lixar, aí vc terá um acabamento liso e sem textura.

Látex

O látex também pode ser usado em bonecos de espuma, para isso antes do látex você deve “vedar” a espuma, a fim de não precisar de muitas camadas de látex já que a espuma chupa o látex. Para vedar você deve passar cola de contato em toda a superfície da espuma e deixar secar.

Para o acabamento em látex eu recomendo misturar o látex com tinta acrílica pois o látex puro é muito líquido e quando misturado com a tinta ele ganha “carga” ficando mais pastoso, a medida é 1/3 de tinta para 2/3 de látex, sempre arredonde o látex para mais.

Também podemos colorir esta mistura, bisnagas de pigmento funcionam mas podem danificar o látex o ideal é usar um pigmento não ferroso como algumas anilinas líquidas.

Com a mistura feita passamos o látex sobre a superfície, deixamos secar e repetimos o procedimento até ficarmos felizes com o resultado, cuidado com gotas escorridas pois ficam feias.

O látex quando bem seco não fica grudendo, cuidado com o calor nestes bonecos, eles aguentam um espetáculo de duas horas sobre a luz de teatro mas não tão bem em um porta-mala de um carro sem abrigo do sol em pleno verão.

Depois disso vem a pintura que merece um tutorial à parte e que eu não prometo fazer, pois não é o meu forte, mas vou tentar convencer minha parceira a fazê-lo algum dia, mas antes disso temos muito o que estudar por aqui.

até a próxima.